LÍDER CATALÃO DIZ QUE MUDA O REI DE ESPANHA MAS NÃO O PROCESSO POLÍTICO NA CATALUNHA

 Publicado originalmente em 02/06/2014

O presidente do Governo regional da Catalunha considerou hoje que apesar de haver uma mudança do rei de Espanha “não haverá mudanças no processo político catalão” que, considerou, deverá levar a “um voto pacífico” a 9 de novembro.

“Haverá mudança de rei mas não no processo político que o povo da Catalunha está a seguir para que a 9 de novembro possamos decidir o nosso futuro coletivo”, afirmou Artur Mas, numa referência ao referendo sobre a independência catalã, marcado contra a oposição do governo de Madrid.

“Ao lado da nação espanhola de que fala, também há uma nação catalã e o melhor para a Catalunha é que haja essa possibilidade de decidir livre, democrática e pacificamente o nosso futuro como nação“, disse Artur Mas comentando a abdicação de Juan Carlos do trono em Espanha, decisão pela qual expressou o “máximo respeito”, assegurando que isso não altera os planos na Catalunha. [o grifo é nosso]

 

“Pedimos a todas as instituições, todas, que respeitem a vontade do povo catalão de decidir livremente o seu futuro coletivo, que tenham uma atitude de respeito mútuo, diálogo permanente e leal colaboração”, afirmou.

O rei de Espanha, Juan Carlos de Borbón y Borbón, 76 anos, anunciou hoje a sua vontade de entregar a coroa ao filho, Felipe, depois de um reinado de 39 anos, um dos mais longos da história, para dar a vez a uma nova geração “que reclama um papel de protagonismo”.

O chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, anunciou a realização, na terça-feira, de um Conselho de Ministros extraordinário para cumprir os trâmites da Constituição, esperando que em breve as Cortes possam proceder à proclamação de Felipe de Borbón, que reinará como Felipe VI.