Governo catalão convida observadores para consulta de soberania

Prensa Latina – Agencia informativa Latinoamericana

Publicado em 03/09/14

 

Madri – Governo da Catalunha convidará observadores internacionais para a consulta de soberania dessa região autônoma espanhola, planificada para o dia 9 de novembro próximo, anunciou hoje a vice-presidenta do Executivo local, Joana Ortega.

A funcionária pública declarou perante a imprensa que o mundo deve testemunhar a vontade dos catalães de decidir seu futuro nas urnas, apesar da oposição de Madri ao referendo de independência.

Certamente, o Governo da região detalhará os preparativos do plebiscito com as formações político-partidárias de sua realização, acrescentou.

A vice-presidenta catalã insistiu no desejo das autoridades locais de dialogar com a Espanha, mas ressaltou que existem numerosas negativas por parte do Executivo de Mariano Rajoy.

Ortega também informou que o Governo catalão enviará observadores à Escócia, a propósito de um plebiscito sobre a soberania desse território britânico, no dia 18 deste mês.

Segundo a imprensa espanhola, o auge independentista na Catalunha expõe-se a um significativo retrocesso por causa do impacto na opinião pública do caso sobre a evasão do fisco cometida durante décadas pelo ex-presidente do Governo regional, Jordi Pujol.

O presidente catalão, Artur Mas, e o dirigente do opositor Partido Socialista Operário Espanhol, Pedro Sánchez, conversam hoje em Barcelona sobre uma possível reforma federal como saída ao atual debate separatista.

ale/tgp/es