Arxiu mensual: setembre de 2014

Catalães vão às ruas gritar pelo sim à independência

Nem a chuva impediu os manifestantes de Barcelona, que lotaram com seus guardas-chuvas a Praça de Sant Jaume, nesta terça-feira (30/09), atendendo a convocação da campanha ‘Ara és l’hora’ (Agora é a Hora)

Catalães de todas as idades atenderam ao chamado da campanha ‘Ara és l’hora’ – Agora é a hora –, promovida pelas organizações Òmnium Cultural e Assembléia Nacional Catalã (ANC), para se posicionar em favor do sim à independência. Às 19h no horário local (14h no Brasil), praças e ruas de várias cidades da Catalunha ficaram lotadas, em resposta a decisão do Tribunal Constitucional espanhol, que suspendeu cautelarmente a Lei de Consultas e o decreto de convocatória do referendo de 9 de novembro (9-N).
Em Barcelona, nem a chuva impediu os manifestantes de lotarem a Praça Sant Jaume e as ruas adjacentes. Na mobilização na capital catalã se pronunciaram a presidente da ANC, Carme Forcadell, e a presidente da Òmnium, Muriel Casals. Debaixo de chuva, Forcadell convocou os cidadãos a se manterem firmes e unidos para conseguir a independência.
Milhares de pessoas também se concentraram nas praças centenárias de municípios de toda Catalunha. Abaixo fotos das cidades de Girona e Vic.

st jaume12

Carrer Ferran, na entrada da Praça Sant Jaume de Barcelona

Praça da cidade de Vic

Praça da cidade de Vic

 

 

Campanha espalha urnas dentro de gaiolas em repúdio à suspensão da lei de consultas nha

gaiola2

Tradução de matéria publicada em Vilaweb, em 30/09/2014, mais informações da ANC Brasil

Um dia após a suspensão pelo Tribunal Constitucional da Espanha da lei e do decreto de convocação para o referendo de 9 de novembro, que prevê a votação sobre a independência da Catalunha, um grupo de cidadãos criou a campanha #Mutsialagàbia, para chamar a atenção acerca da negativa do governo da Espanha. Urnas foram colocadas dentro de gaiolas e espalhadas em locais simbólicos das cidades da Catalunha. 

A campanha pede que os cidadãos repitam o gesto e pendurem gaiolas com votos ou urnas dentro, tirem fotos e divulguem na internet através das redes sociais, especialmente via Twitter. Em um comunicado (pdf), o grupo explica que “proibir a consulta é seqüestrar e aprisionar as liberdades fundamentais dos cidadãos”. E diz que a medida é injustificável. Continua llegint

Parlamento catalão rejeita suspensão da lei de consultas sobre independência

2014-750845830-2014-750659940-20140911132203615afp.jpg_20140911.jpg_20140912

Autoridades pedirão levantamento do veto e retirada de recurso apresentado por Madri

POR O GLOBO / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS, EM 30/09/2014

BARCELONA — O Parlamento catalão afirmou nesta terça-feira, 30 de setembro, que pedirá ao Tribunal Constitucional espanhol o levantamento da suspensão do decreto que prevê a convocação de uma consulta sobre a independência da região e a retirada do recurso apresentado pelo governo central de Madri. Após a decisão do tribunal na segunda-feira, o governo regional decidiu retirar a campanha institucional sobre o referendo, mas de forma cautelar e temporária.

— Vamos apresentar de forma imediata um incidente (questão acessória ao assunto principal), reclamando o fim imediato da suspensão da lei de consultas — disse a presidente do Parlamento regional, Nuria de Gispert. — A suspensão provoca prejuízos e, como afeta o interesse geral, o Parlamento da Catalunha pedirá o fim imediato da suspensão. A Câmara trabalha nas alegações para defender a constitucionalidade da norma. Continua llegint

Governo espanhol recorre à Justiça contra o referendo da Catalunha

Cat1

O referendo, previsto para o dia 9 de novembro, foi convocado por meio de decreto do presidente regional catalão

Publicado em 29/09/2014, na página do Jornal do Commercio, Recife, com informações da Agência Brasil 

O governo espanhol recorreu na segunda-feira (29) ao Tribunal Constitucional do país na tentativa de impugnar a consulta sobre a independência da Catalunha, região a nordeste da Espanha. O referendo, previsto para o dia 9 de novembro, foi convocado por meio de decreto do presidente regional catalão, Artur Mas, assinado no sábado (27). Para o governo espanhol é inconstitucional também a lei aprovada pelo Parlamento da Catalunha que dá ao presidente regional o direito de convocar a votação.

O decreto de Artur Mas diz que o objetivo da consulta é “conhecer a opinião popular sobre o futuro político da Catalunha”. Em discurso, logo após assinar o documento, o presidente regional disse que “a Catalunha quer falar, quer ser escutada e quer votar”. Continua llegint

Líderes catalães garantem que decisão do Constitucional não parará processo

NOTÍCIAS AO MINUTO

Publicado originalmente em 29/09/14

 Líderes catalães insistiram hoje que os recursos do Governo espanhol contra a consulta soberanista junto do Tribunal Constitucional não vão parar o processo e terão “consequências maiúsculas”.

Os comentários surgem no dia em que o Governo espanhol se reúne, de forma extraordinária, para aprovar os recursos de inconstitucionalidade contra a consulta independentista catalã que vai levar ao Tribunal Constitucional.

Francesc Homs, conselheiro da presidência e porta-voz do Governo regional catalão afirmou hoje que o Governo comete “um erro de consequências maiúsculas” com a apresentação dos recursos que “não matarão” mas sim reforçarão o processo soberanista.

Continua llegint

Autarquias catalãs aprovam realização da consulta soberanista de 9 de novembro

Cerca de 88% das autarquias catalãs já formalizou em plenários locais o seu apoio à realização da consulta soberanista de 9 de novembro.

OBSERVADOR

Publicado originalmente em 25/09/14

Cerca de 88% das autarquias catalãs, que equivalem a 80% da população da região autónoma, já formalizou em plenários locais o seu apoio à realização da consulta soberanista de 9 de novembro.

Em concreto, o apoio à consulta já foi formalizado em 828 dos 946 municípios da Catalunha, segundo dados atualizados facultados à Lusa por porta-vozes da Associação de Municípios pela Independência (AMI) – que abrange 698 autarquias – e da Associação Catalã de Municípios (ACM) – 915 autarquias.

Continua llegint

Catalunha realizará consulta popular por independência da Espanha…

… O governo central, com base na Constituição, diz que vai barrar o plebiscito

Por 106 votos a 28, os parlamentares apoiaram a convocação de uma consulta marcada para o dia 9 de novembro. Multidão comemorou a decisão nas ruas

COLUNA DO RICARDO SETTI (seção Vasto Mundo)

fundo-ricardo-setti

Publicado originalmente em 21/09/14

De VEJA.com

Depois da decisão da Escócia de dizer não à independência do Reino Unido, o movimento separatista da Catalunha deve ser o próximo a tentar a formação de um novo Estado no continente europeu. O Parlamento da Catalunha aprovou nesta sexta-feira uma lei que permitirá ao presidente da região, Artur Mas, convocar uma consulta popular sobre a emancipação, prevista para ocorrer no dia 9 de novembro. A decisão teve 106 votos a favor e apenas 28 contra.

O jornal El País relatou que uma multidão acompanhou a votação desta sexta-feira do lado de fora do Parlamento, com gritos de apoio à consulta de 9 de novembro. Em sua chegada ao local, o presidente Mas foi aclamado pelos manifestantes, assim como outros políticos favoráveis à independência da Catalunha.

O presidente regional apoiou a campanha do “sim” na Escócia e ressaltou que os catalães querem apenas ter a mesma chance que os escoceses tiveram de votar. Contudo, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, tem dito repetidamente que vai bloquear a votação, com base na Constituição espanhola.

Continua llegint

Os povos que decidem e querem decidir

Azeredo Lopes

Jornal de Notícias (Opinião)

Publicado originalmente em 21/09/14

Disse-se há uns anos que o direito de autodeterminação dos povos tinha morrido. Pensado para enquadrar do ponto de vista jurídico as descolonizações, teria cumprido a sua função no dia em que a última colónia ascendeu à independência. Porém, parafraseando Mark Twain, as notícias sobre a morte do direito dos povos foram francamente exageradas, e só foi necessário esperar pelo fim da Guerra Fria. De repente, muitos dos que tinham esperado décadas pela sua vez levantaram a voz e muitos deles pegaram em armas. A Jugoslávia desapareceu, retalhada por sucessivas guerras de secessão. Os Estados do Báltico recuperaram a liberdade que tinham perdido décadas antes. E até noutros continentes a ameaça da secessão, ou a sua concretização, têm sido um processo em contínuo (olhe-se para a Eritreia, o Sudão do Sul ou a Somalilândia).

Azeredo Lopes

Continua llegint

BBC BRASIL: Catalunha avança para plebiscito, mesmo com “Não” escocês

Liana Aguiar

De Barcelona para a BBC Brasil

No mesmo dia em que os escoceses rejeitaram em um plebiscito a possibilidade de se tornarem independentes do Reino Unido, o Parlamento da Catalunha (região no nordeste da Espanha) aprovou nesta sexta-feira uma lei que permitirá ao governo local convocar uma votação semelhante à revelia de Madri.

A lei, defendida pelo líder do governo catalão, Artur Mas, foi aprovada por 106 votos a favor e 28 contra. A expectativa é de que o plebiscito de independência seja realizado em novembro deste ano.

O governo espanhol, no entanto, considera a consulta ilegal e afirmou que vai recorrer da decisão ao Tribunal Constitucional da Espanha (equivalente ao STF no Brasil).

Artur Mas convocou uma entrevista coletiva especificamente para avaliar o processo escocês. Ele parabenizou “o povo britânico por essa grande lição de democracia que deu ao mundo”.

“Obrigado, Escócia, por ensinar que votar é o único caminho para resolver democraticamente as aspirações de um povo”, disse.

Entretando, ele advertiu que o resultado da votação escocesa não é um revés para o processo catalão de independência: “Se alguém tinha a ilusão de que o ‘Não’ na Escócia poderia fazer sombra ao processo catalão, estava enganado.”

Continua llegint

Clipping sobre a Independência da Catalunha (em português): Sexta feira, 19 de setembro de 2014

OBSERVADOR:

Artur Mas: “Votar não divide, votar une”

O GLOBO:

Parlamento catalão aprova lei para convocar consulta sobre independência em 9 de novembro

O ESTADO DE SÁO PAULO:

Sucesso do referendo vira referência internacional para Catalunha e Quebec

O ESTADO DE SÃO PAULO:

Parlamento catalão aprova lei que permite convocar plebiscito

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

Referendo na Catalunha “sai reforçado” por Não escocês

G1 GLOBO:

Catalunha fará referendo mesmo com ‘não’ da Escócia à independência

FOLHA DE SÁO PAULO:

Catalães separatistas viajam para apoiar voto do ‘Sim’ na Escócia

REVISTA EXAME:

5 novos países que podem surgir em breve

Continua llegint

Clipping sobre a Independência da Catalunha (em português): Quinta feira, 18 de setembro de 2014

LE MONDE DIPLOMATIQUE – BRASIL

Um espectro ronda a Escócia, a Catalunha e o Brasil: Plebiscitos e lutas por Constituintes como horizonte transformador.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

Governo espanhol ameaça reagir a consultas na Catalunha

PÚBLICO:

Madrid tem plano para impugnar referendo catalão

RTP NOTÍCIAS:

Governo espanhol pode aumentar autonomia fiscal catalã a troco de anulação de referendo

Catalunha à espera do referendo e de olhos postos na Escócia

Continua llegint

Clipping sobre a Independência da Catalunha (em português): Quarta feira, 17 de setembro de 2014

DIÁRIO DE NOTÍCIAS:

MNE espanhol admite suspender autonomia da Catalunha

JORNAL DA MADEIRA:

Parlamento catalão aprova sexta-feira nova lei de consultas

YAHOO! NOTÍCIAS:

Parlamento catalão aprova resolução de apoio a referendo de soberania

RTP NOTÍCIAS:

Catalunha quer referendo sobre independência a 9 de novembro

ECONÔMICO:

Rajoy diz que referendos da Escócia e Catalunha provocam “recessão e pobreza”

RENASCENÇA:

Medo da Catalunha. Rajoy critica referendos pela independência

SAPO:

Da Escócia à Catalunha vão muitos pontos de distância

DW:

Além da Escócia, outras regiões europeias cultivam tendências

UNIVBERSIDADE FEDERAL CAMPINA GRANDE:

PET-Letras/UFCG organizará atividades de promoção da língua catalã

Clipping sobre a Independência da Catalunha (em português): Terça feira, 16 de setembro de 2014

PÚBLICO:

Governo espanhol não descarta suspender autonomia da Catalunha para evitar referendo

JORNAL DE NOTÍCIAS:

Governo espanhol admite suspender autonomia catalã para impedir referendo

 DIÁRIO DIGITAL:

Madrid admite possibilidade de suspender autonomia catalã

 JORNAL DE NEGÓCIOS:

Madrid admite suspender autonomia da Catalunha para evitar referendo

 R7 NOTÍCIAS:

Espanha ameaça suspender autonomia da Catalunha

Clipping sobre a Independência da Catalunha (em português): Segunda feira, 15 de setembro de 2014

CORREIO DA MANHÃ:

GOVERNO CATALÃO VAI ORGANIZAR A CONSULTA DE 9 DE NOVEMBRO – ARTUR MAS

OBSERVADOR:

Governo catalão vai organizar a consulta de 9 de novembro

JORNAL DA MADEIRA:

Catalunha vive momento “transcendente e decisivo” para o futuro “do país” – Artur Mas

DIÁRIO DE NOTÍCIAS:

Governo catalão vai organizar a consulta de 9 de Novembro, diz Artur Mas

 DIÁRIO DA LIBERDADE:

Escócia e Catalunha: semelhanças e diferenças no caminho para a independência

Clipping sobre a Independência da Catalunha (em português): Sábado, 13 de setembro de 2014

ESPN:

Torcida do Barcelona comemora Dia da Catalunha com letreiro ‘seremos livres’

ESPN:

Veja como foi a comemoração do Dia da Nacional da Catalunha em Barcelona

G1 / EXTRA:

Guardiola se mostra favorável a referendo sobre independência catalã

LANCENET:

Guardiola se mostra favorável a referendo sobre independência catalã

LANCENET:

Piqué leva filho às ruas para passeata pelo Dia Nacional da Catalunha

Continua llegint